• Ines Rioto

Uma vila especial na cidade holandesa de Weesp chamada Hogeweyk



O Hogeweyk é o resultado de uma visão inovadora e disruptiva sobre a vida, os cuidados e o bem-estar de pessoas que sofrem de demência grave. Isso significa uma mudança de paradigma no atendimento domiciliar. A casa de repouso tradicional foi desinstitucionalizada, transformada e normalizada.


O Hogeweyk é como qualquer outro bairro. Um bairro que faz parte da sociedade mais ampla da cidade de Weesp. No Hogeweyk, você encontrará casas onde as pessoas vivem juntas com estilos de vida semelhantes. Eles podem visitar o pub, restaurante, teatro, supermercado ou um dos muitos clubes oferecidos. O conceito oferece suporte a necessidades, estilos de vida e preferências pessoais únicos. Morar no Hogeweyk coloca o tédio, a solidão e a desesperança em outra perspectiva. Ele se concentra nas possibilidades, não nas deficiências.


Idosos viverem em casas diferenciadas por estilos de vida, permitindo que eles continuem a executar suas tarefas diárias, mas agora com o auxílio e/ou supervisão de vários profissionais. Esta rotina estimula a autonomia dos moradores.

Eles contam com vizinhos, uma vida social ativa, ruas, praças, etc. e podem sair de suas casas para ir ao mercado, ao teatro, etc (tudo isso dentro do complexo).


O resultado disso? Estas pessoas consomem menos remédios e possuem uma qualidade de vida muito superior à dos idosos que vivem em clínicas convencionais.


Como são as casas dos idosos

As residências podem ser de 7 tipos diferentes: “urbana”, “artesão”, “da Indonésia”, “caseira”, “goois” (um estilo de vida clássico e de alto nível) e cristã.

O que muda? As casas possuem diferentes layouts e decoração. Além disso, a rotina, organizada pela equipe profissional, atende ao estilo do morador.


EXEMPLOS:

Residência estilo "artesã": é dedicada àqueles que gostam da sua profissão. É uma casa tradicional e sólida. Os moradores ajudam na cozinha e toda semana é servida uma torta de maçã.


Residência estilo "cristã": neste modelo a religião é o ponto central. Seus moradores visitam a igreja e fazem refeições simples


Como funciona o comércio local

Outra curiosidade muito interessante: os atendentes do “comércio local” são pessoas preparadas para lidar com os idosos. E como funciona o comércio? É cobrada uma mensalidade para que o idoso more neste local e tudo o que é ofertado está dentro deste valor.


https://hogeweyk.dementiavillage.com/