top of page
  • Foto do escritorInes Rioto

“Trabalhadores bebês” são contratados em lar de idosos no Japão



Indicação de materia - Lilian Liang - Revista Aptare 360


Global Times - Mundo/ àsia - Pácifico Por AFP Publicado: 30 de agosto de 2022

Um lar de idosos no sul do Japão está "contratando" bebês para um trabalho muito importante - fazer companhia aos idosos e fazê-los sorrir. O salário? Fraldas e fórmula de leite. Os novos recrutas na instalação em Kitakyushu devem ter menos de 4 anos de idade, e seus responsáveis ​​​​têm que assinar um contrato estipulando que os bebês e crianças pequenas podem aparecer para trabalhar "sempre que quiserem". Eles podem fazer uma pausa "quando sentirem fome, sono ou dependendo do humor", diz o contrato. Mais de 30 bebês foram inscritos até agora, encarregados de levantar o ânimo de mais de 100 moradores que estão na casa dos 80 anos, disse Kimie Gondo, diretor do lar de idosos. "A mera visão de bebês faz nossos moradores sorrirem", disse ela à AFP, acrescentando com uma risada que "não há escala de turnos nem nada". Um anúncio de emprego pregado na parede da instalação diz "Estamos contratando!" em caracteres grandes e informa aos futuros trabalhadores que serão remunerados por seus serviços em fraldas e leite em pó. A principal - e talvez única - responsabilidade dos candidatos aprovados será "dar um passeio" pela casa de repouso acompanhados por seus responsáveis, diz. "Os bebês ficam com suas mães o tempo todo. É como se estivessem sendo levados para passear em um parque", disse Gondo. Os moradores parecem encantados com os jovens recrutas e vêm cumprimentando-os, puxando conversa ou oferecendo-lhes abraços. "Eles são fofos. Isso me lembra quando eu era pai", disse um morador a uma emissora de TV local. Até agora, o esquema produziu excelentes resultados, disse Gondo. "Algumas das crianças se dão tão bem com nossos moradores que agora são como avós e netos de verdade", disse ela. https://www.globaltimes.cn/page/202208/1274230.shtml

Comments


bottom of page