• Ines Rioto

Pesquisa: Idosos no Brasil II-Vivências,desafios e expectativas na 3ª idade


Equipe: Gustavo Venturi (consultor), Deise de Alba e Wagner Rosas (Coordenação e análise), Rita de Cássia Barros Dias (Processamento de dados)


1. Indicadores sociais -

Obter um retrato objetivo da situação dos idosos brasileiros, em relação a indicadores de inclusão/exclusão social, tais como acesso à saúde, previdência, trabalho, moradia, educação tradicional e digital,

- Hábitos de vida: como e com quem moram, auxílios recebidos, fornecidos e necessários; - Percepção sobre discriminação e preconceito vigente contra os idosos, consciência de seus direitos e grau de autonomia no exercício de sua cidadania;

- Mensurar o grau de conhecimento sobre a reforma da previdência e suas opiniões sobre ela

2. Dados subjetivos

referentes a percepções e auto imagem

- Investigar opiniões em relação a auto-imagem e como assimilam as mudanças sociais ocorridas ao longo das últimas décadas;

- Constatar, junto à população em geral, a visibilidade desta categoria social e qual seu “papel social” aos olhos das demais gerações;

- Expectativas em relação ao futuro, percepções sobre solidão, morte e sexualidade


3. Dados simbólicos referentes a hábitos e costumes

- Investigar seus hábitos de consumo de bens simbólicos, (hábitos de lazer e fruição da produção cultural);

- Entender como passam o tempo livre e sua participação em espaços de convivência, atividades em instituições e espaços públicos;


Moradia:





- É de se notar que, no segmento considerado, a grande maioria investiu na obtenção de uma casa própria. Moram nela, eventualmente com algum(s) filho(as) e neto(as)



Pesquisa completa acessar o site:

https://fpabramo.org.br/publicacoes/wp-content/uploads/sites/5/2020/08/Pesquisa-Idosos-II-Completa-v2.pdf