• Ines Rioto

As Formas Coletivas de Habitação na Velhice com Ana Amélia Camarano- abril- 2016 - SESC Santos SP



O encontro refletiu sobre as semelhanças, diferenças, pontos positivos e negativos destas formas de morar. O Ciclo MORAR - Espaços de Afeto está relacionado às implicações do viver em comunidade, repúblicas, condomínios e outras formas de habitação. Realizado entre março e junho de 2016 no Sesc Santos, propôs um debate sobre qual tipo de moradia estamos construindo. Em todos seus variados aspectos: arquitetônico, localização e acessibilidade para a pessoa idosa. Autonomia, relações de afeto e familiares também foram debatidas no Ciclo MORAR. Ana Amélia Camarano Realizou sua pesquisa de pós-doutorado na Nihon University - Tóquio/Japão (2004/2005) sobre envelhecimento populacional e arranjos familiares. É doutora em Estudos Populacionais pela London School of Economics (1995). Mestre em Demografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1975). Graduada em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1973). É pesquisadora da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (DISOC) do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e professora da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Suas áreas de interesse são: Políticas Públicas, Estudos Populacionais e Arranjos Familiares, com ênfase em Envelhecimento Populacional. MOSTRAR MENOS