• Ines Rioto

È possível Housing First no Brasil? projeto Habitação para a população em situação de rua.



Um método que virou política pública, o “Housing First”, cuja tradução pode ser “habitação em primeiro lugar”. Como o nome já diz, ele entende a moradia como a primeira etapa do processo de intervenção.


Desenvolvido em Nova York no início de 1990, o modelo tem obtido sucesso em cidades dos Estados Unidos, do Canadá e da Europa, no enfrentamento da falta de moradia para pessoas com altas necessidades, tais como doenças mentais graves, uso problemático de drogas e álcool e deficiência física.


O Casa Primeiro ("Housing First") é uma inovação relativamente recente em políticas públicas e serviços sociais para pessoas em situação de rua e é uma alternativa a sistemas de albergues de emergência, que seguem um modelo progressivo para acesso a moradias. Em vez de promover indivíduos em situação de rua por diferentes "níveis" de moradia, em que cada nível os aproxima de uma "moradia independente" (por exemplo: das ruas para um albergue público, e de um albergue público para um programa habitacional de transição, e a partir daí para uma "casa própria"), o Casa Primeiro fornece ao indivíduo ou à família em situação de rua imediatamente uma moradia.

As abordagens de Casa Primeiro baseiam-se no conceito de que a primeira e principal necessidade de um indivíduo em situação de rua é obter moradia estável e que outros problemas que podem afetar a família podem e devem ser abordados após a obtenção da moradia. Por outro lado, muitos outros programas operam a partir de um modelo de "estar pronto para morar" - isto é, que um indivíduo ou família deve tratar outras questões que podem ter levado ao episódio de falta de moradia antes de entrar numa habitação própria.


https://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_Primeiro


https://www.projetoruas.org.br/assets/housing-first-brasil.pdf


https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/populacao-em-situacao-de-rua/DHUM0117_21x26cm_WEB4Pg.Separadas.pdf